Candidíase Feminina: sintomas e tratamentos.


Grande parte das mulheres já sentiu aquele incômodo… coceira, corrimento! Hum, pode ser candidíase!

Estima-se que 75% das mulheres têm ou a terão em algum episódio ao longo da vida.

Mas porque ela ocorre e como evitar? Vamos entender um pouco mais sobre isso hoje.

O que é Candidíase?

Candidíase é uma infecção causada por um fungo chamado cândida. A região mais afetada é a vagina, porém, este fungo pode, mais raramente, levar a doenças em outros órgãos como pulmão, olhos e outros.

Você sabia que todo mundo tem cândida?

Sim, todas as pessoas têm este agente colonizando superficialmente na boca, intestino, vagina e pele.

O problema ocorre quando há proliferação exagerada do agente ou quando alcança estruturas mais profundas surgindo incômodos como a coceira, irritação e corrimento, caracterizando então a candidíase.

Mas porque ocorre a proliferação da cândida?

Existem alguns fatores que facilitam a proliferação exagerada ou do aprofundamento da cândida:

- Excesso de calor e umidade: Por este motivo que não é recomendável o uso de protetores diários que limitam a circulação de ar e retêm o calor e é preferível o uso de calcinha de algodão, ao invés o de lycra.

Horas prolongadas e seguidas vezes com maiôs ou biquínis úmidos também contribuem.

- Antibióticos: Os antibióticos podem levar ao desequilíbrio da flora vaginal e deste modo, favorecer a proliferação exagerada da cândida.

- Queda da imunidade: Como você viu, a cândida habita normalmente a vagina e a invasão é limitada pelos mecanismos de defesa que ao baixarem sua atividade, aproveitam-se para multiplicar e invadir, por este motivo, a cândida também é considerado um agente oportunista.

- Excesso de acidez vaginal: A cândida contrariamente às bactérias, têm predileção por um ambiente mais ácido, e as células da vagina produzem o glicogênio que ao serem consumidos pelos lactobacilos formam o ácido láctico que impedem o crescimento bacteriano exagerado.

Por outro lado, o excesso de produção do ácido láctico favorece a multiplicação excessiva da cândida.

Com isso, as células da vagina são estimuladas a produzir o glicogênio pelo estrogênio, portanto, situações na qual há excesso estrogênio favorecem a candidíase. Assim, pílulas com altas doses de estrogênios favoreciam a candidíase, e, atualmente, praticamente não são mais receitadas.

- Gestação: É uma situação que favorece a candidíase tanto pela maior quantidade de estrogênio quanto pelo aumento do calor e umidade vaginal. Porém, não prejudica a mãe e nem o feto.

- Diabetes e dieta rica em açúcar: Também, aumenta o glicogênio e segue a cadeia que favorece a candidíase.

Candidíase é uma doença sexualmente transmissível?

Não, a candidíase, não é uma DST e não é contagiosa dado que todos nós temos a cândida habitando diversas partes do nosso corpo.

Quais são os sintomas da candidíase?

Os sintomas clássicos da candidíase são a coceira e/ou ardência na vagina acompanhado de corrimento esbranquiçado e grumoso (semelhante à coalhada).

Como se diagnostica a Candidíase?

O diagnóstico é basicamente, por meio da avaliação clínica, ou seja, a história e o exame ginecológico. Os exames microbiológicos como a cultura e o PCR são opções para auxiliar no diagnóstico, mas, raramente, são necessários e seus resultados precisam ser interpretados associados às informações clínicas.

Qual o tratamento para Candidíase?

A candidíase deve ser tratada da seguinte forma, inicialmente com orientações sobre os fatores predisponentes e habitualmente com uso de antifúngicos e medicações para coceira e irritação.

O que é Candidíase vaginal recorrente?

Quando ocorrem três ou mais episódios de candidíase em um intervalo de 12 meses denominamos de candidíase vaginal recorrente, é uma situação que ocorre em 5% das mulheres e demanda uma avaliação mais pormenorizada, tratamentos e acompanhamentos mais longos para o controle da infecção.

Vale reforçar que, percebendo qualquer situação diferente, não se automedique, procure sempre pelo seu médico.


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.

Acompanhe

Fale conosco

Tel: 11-3079-0866

Rua Joaquim Floriano, 960 - 10º andar

Itaim Bibi - São Paulo - SP - CEP: 04534-004